Uma passo decisivo para ajudar no desenvolvimento de sua carreira é de fato estar comprometida. Não precisa ser a pessoa mais talentosa do mundo, não precisa ser a pessoa mais inteligente do mundo, mas precisa ser a mais dedicada.

O grau de engajamento no seu objetivo, na meta que quer alcançar, é o que fará diferença.

No livro Garra, de Angela Duckworth, ela mostra estudos que comprovam que dedicação e paixão são os diferenciais para se atingir bons resultados. 80% do sucesso na vida está relacionado a fazer acontecer, estar presente. Em diferentes públicos, como jovens, militares e executivos, estudados por ela, a única característica em comum, determinante de sucesso, é a perseverança.

Por isso, encontre seu rumo. Qual seu objetivo? Qual sua paixão? Se você ainda não sabe exatamente qual seu próposito de vida, não tem problema. Escolha um objetivo que você queira alcançar em curto prazo, em seis meses até um ano. “Ah, mas não sei exatamente o que quero, tenho muitas vontades.” Escolha uma, a mais especial para você, aquela que você se enxerga sendo procurada pelos outros para fazer, e foque nela. Se comprometa com ela e seja honesta em se dedicar a ela. Dê chance para sair do papel.

A disciplina é sua aliada aqui. Crie um planejamento formal, descreva sua meta e as ações que irá tomar para fazer acontecer. Não tem certo ou errado nestas ações, tem o que funciona pra você. Mas todos os dias você precisa se engajar nestas ações. Todos os dias. Todos os dias. Ah, mas e meu filho? E a louça para lavar? E o supermercado? Se organize. Não é um trabalho de 8 horas. Se bem aproveitado, 15 minutos serão suficientes.

Você consegue tirar 15 minutos por dia para se dedicar ao seu objetivo. Tem que conseguir, do contrário não é algo que realmente você queira atingir. Organize sua rotina. Selecione suas prioridades e use seus 15 minutos da melhor forma possível, para produzir. Arrume seu CV, atualize seu Linkedin, agende bate-papo de networking, conecte-se com pessoas, pesquise temas (aqui, cuidado para não usar mal seu tempo e só ficar navegando na internet), escreva algo da sua área e faça um post. Mais para frente, faça um artigo, escreva seu business case, escreva seu pitch. Em 15 minutos dá para fazer muita coisa, se for feito com consistência. Depois, aumente estes 15 minutos para mais tempo. Garanta que esteja atingindo micro metas, depois passe para maiores.

No correr dos dias, você vai perceber como este breve período está sendo muito bem utilizado e cada vez mais vai se engajar. Se proponha a ajudar pessoas com o que você sabe fazer, ajudar os outros sempre é uma motivação. Nada vem de graça, é preciso perseverança e perseverança é igual a colocar a mão na massa com disciplina, todos os dias. Todos os dias.

 

Elisa C. Walker

Skip to content